'

Cognus Psicologia

Aqui você conhece uma pouco mais sobre a Terapia Cognitivo- comportamental

COMPREENDENDO O TRANSTORNO OBSESSIVO-COMPULSIVO (TOC)

Zwínglio Christopher        zwcho@yahoo.com.br

 

.............O TOC ou Transtorno obsessivo-compulsivo é um quadro clínico que acomete entre 2 a 3 % da população. A primeira vista o que fica mais evidente no transtorno é a necessidade de realizar comportamentos repetitivos ou desnecessários e que causam níveis variados de desconforto e ansiedade. O TOC é um distúrbio emocional que vai ter sua origem nos pensamentos, especificamente nos pensamentos obsessivos (ou intrusivos). É exatamente a relação entre pensamentos obsessivos e as compulsões que fazem com que uma pessoa desenvolva tal tipo de problema.
Mas o que seriam pensamentos obsessivos e compulsões?

 

Pensamentos Obsessivos, obsessões ou pensamentos intrusivos.

.............Pensamentos obsessivos são pensamentos automáticos geralmente representando algo com conteúdo absurdo ou extremamente desagradável para pessoa ao ponto de provocar ansiedade. São considerados obsessivos porque aparecem com muita freqüência e de forma persistente. E são intrusivos porque surgem mesmo a contragosto do sujeito. Por serem pensamentos que causam ansiedade acabam provocando uma reação comportamental que tem por objetivo diminuir a ansiedade (fugas). Esses comportamentos passam a ser tão frequentes quanto as obsessões e a ocorrência de um está atrelada ao outro. Esses comportamentos são chamados de compulsões.

Compulsão ou comportamento compulsivo

.............Compulsão é qualquer comportamento que passa ser utilizado para se livrar ou fugir de um pensamento obsessivo. No caso de quem tem pensamentos obsessivos em relação à limpeza, a compulsão seria lavar o local físico ou alguma parte do corpo que se pensa estar contaminado. Outras pessoas podem desenvolver rituais de contagem (contar número em seqüência), por acreditarem que isso evitará que algo de mal aconteça a algum familiar, por exemplo. Na verdade qualquer comportamento cotidiano pode se transforma em uma compulsão se ficar associado a um pensamento obsessivo tendo uma finalidade de diminuir a ansiedade deste.

Funcionamento do TOC

.............O esquema a seguir mostra como funciona e se retro-alimenta o ciclo do transtorno.

 Ciclo toc

.............O TOC vai surgir partir de um pensamento que causa desconforto o bastante para que o sujeito desenvolva atitudes momentâneas para diminuir a ansiedade. No início, esse pensamento não aparece como uma obsessão. Porém, as tentativas constantes de se livrar deste através de comportamentos compulsivos alimenta e atribui, mesmo a pessoa não querendo, importância ao pensamento de tal forma que ele vai surgir mais freqüentemente na forma de um pensamento automático negativo, uma obsessão nesse caso específico. A razão disto é a forma como funcionam os transtornos de ansiedade. Sempre que desenvolvemos um problema com ansiedade, fugir gera alívio imediato, porém intensifica a sensação de ameaça e se atribui mais importância à situação do que realmente ela merece.

Tipos mais freqüentes de TOC

Contaminação

Necessidade de efetuar comportamentos que evitem uma possível contaminação.
Obsessões: Preocupações excessivas com limpeza, contaminação ou germes.
Compulsões: Lavagens excessivas, evitar objetos tocados por outras pessoas, busca de proteção contra sujeiras.

Ex. Lavar mãos com mais freqüência ou por mais tempo que o necessário. Evitar tocar em objetos por acreditar estarem contaminados.

Organização e simetria

 Obsessões: Preocupação com simetria, exatidão, ordem, seqüência ou alinhamento.
Compulsões: Arrumar de forma exagerada as coisas, submissão a ordem, simetria e alinhamento.

 Acumuladores

Obsessões: Preocupação em guardar, armazenar, poupar ou pegar coisas inúteis com a idéia de que podem ser úteis no futuro.
Compulsão: Guardar, colecionar ou acumular de maneira exagerada e compulsória coisas sem utilidade.

Pensamentos indesejáveis

Idéias sobre pecado, blasfêmias (Obsessão) ---- Necessidade compulsiva por orar ou rezar e repetir palavras (Compulsão).

Pensamentos impróprios sobre sexo, abusos de crianças, homossexualidade, palavras obscenas (Obsessão) ---- Evitação de demonstração de afeto e carinho por medo por receio de praticar algo errado.(Compulsão)

Pensamentos sobre ferir outras pessoas ou se matar (Obsessão) ---- Esconder facas e objetos que possa machucar outras pessoas (Compulsão).

Pensamentos Supersticiosos

Obsessões: Preocupação excessiva com números especiais, cores de roupa, datas e horários (que podem provocar desgraças).

Compulsões: Atitudes evitativas excêntricas (não pode tal cor, tal número dá azar, nunca fazer nos dias 13... etc)

Verificação

Obsessões: Preocupações e incertezas de ter deixado algo aberto ou fora do lugar (portas, gás, torneiras, etc)
Compulsões: Verificar várias vezes mesmo  já não sendo necessário após a primeira verificação.

 

.............Estes são alguns dos principais tipos de TOC conhecidos. Porém o quadro não se resume a isso. Qualquer tipo de pensamento automático que seja potencialmente obsessivo e que provoque um comportamento compulsivo pode desencadear o surgimento do TOC.

 

Tratamento para o TOC.

.............O tratamento do TOC na TCC (terapia cognitivo-comportamental) vai acontecer tanto ao nível dos pensamentos, com a prática do questionamento socrático, quanto ao nível comportamental com a “exposição e prevenção de respostas”.

O Questionamento Socrático é uma técnica da TCC que trabalha, junto ao paciente, formas de substituir pensamentos automáticos negativos por pensamentos mais saudáveis e realísticos. A idéia seria não reagir automaticamente aos pensamentos obsessivos, aprendendo a questioná-los e, aos poucos, substituí-los por pensamentos mais adequados. Porém, o questionamento não vai ter muito resultado caso não haja mudança de atitudes. É ai que entra a “exposição com prevenção de respostas”.  Seria, a partir de um planejamento, submeter o paciente às situações que desencadeiam o TOC e, utilizando-se do questionamento socrático e compreensão do funcionamento do TOC aprender a não executar as compulsões, aceitando diretamente a ansiedade sem executar mecanismos de fuga.

.............Em muitos casos, aconselha-se fazer a psicoterapia associada a um acompanhamento medicamentoso com o psiquiatra. Essa opção deve ser considerada principalmente nos casos em que o transtorno já está tão forte a ponto de dificultar os primeiros passos ou o progresso da psicoterapia.

.............O TOC é um transtorno mais comum do que se imagina. Muitas das pessoas que apresentam o problema fazem grande esforço para não demonstrar, pois têm o receio de que as pessoas não consigam compreender pelo que está passando. Devido a isso, grande sofrimento é gerado. Muitas vezes o indivíduo pode até desenvolver uma depressão secundária à situação, pelo sentimento de impotência, gerado pelo TOC, quando não tratado.  É importante que as pessoas que comecem a apresentar alguns do sintoma relacionados ao TOC procurem ajuda especializada o mais rapidamente, pois o quanto mais cedo é essa procura, menos complicado será em lidar com o problema.

 

 

 

 

Postado em 08/07/2013