'

Cognus Psicologia

Aqui você conhece uma pouco mais sobre a Terapia Cognitivo- comportamental

A importância de se conhecer a terapia que vocês está fazendo

Zwínglio Christopher        zwcho@yahoo.com.br

            O processo de psicoterapia  depende de um bom relacionamento entre paciente-terapeuta, mas o vínculo formado é estritamente profissional. O psicólogo está à disposição de cliente não como um amigo e sim como um profissional especializado que pretende ajudá-lo a desenvolver uma vida mais equilibrada e satisfatória. É claro que não se alcança o que se deseja com fórmulas mágicas. O processo de terapia exige que o sujeito se implique no processo e faça por onde a mudança acontecer. Mas existem vários tipos de terapias dentro da psicologia, e não apenas uma, como costumeiramente se pensa.

            Basicamente as terapias podem ser do tipo diretiva ou do tipo não diretiva. As não-diretivas contam menos com a participação do psicólogo e prezam por acolher as queixas de maneira compreensiva e empática, porém sem muitas intervenções direta do terapeuta, se espera que o paciente fale bem mais que o psicólogo. Nesse grupo encontramos a maioria das terapias com base humanista-existencial, como por exemplo a ACP (Abordagem Centrada no Cliente). No outro estilo de terapia, a diretiva, como o próprio nome diz, existe uma maior participação do psicólogo. Nas abordagens diretivas há mais diálogo entre ambas as partes. O psicólogo faz intervenções diretas quando acha conveniente.  Essa forma de abordagem permite o terapeuta intervir quando necessário ou ser acolhedor e empático quando a situação exigir. Nesse grupo encontramos, por exemplo, a Terapia Cognitivo-Comportamental e a Gestalt Terapia.

            A forma de psicoterapia mais indicada irá depender muito do que o paciente espera de uma terapia. Muitos procuram o psicólogo pensando em algo e quando encontram uma situação completamente diferente acabam por não se adequar e saem da psicoterapia.

            A Terapia Cognitivo-Comportamental é uma forma de atendimento para as pessoas que desejam aprender a lidar e resolver seus problemas de forma mais direta e objetiva, onde a participação ativa do paciente é muito importante para que o processo tenha resultados. Todas as intervenções propostas se baseiam em formas de tratamentos que passaram por pesquisas científicas sobre sua eficácia e indicação.

            Conhecer a forma de atuação do seu psicólogo e saber que essa é apenas uma das formas de atuar é importante para que o paciente tenha mais opções na hora de escolher um tratamento que esteja mais de acordo com o que é esperado. Toda escolha consciente vem quando se tem mais informação sobre o que se pretende escolher. E a psicologia, assim como outros serviços oferecidos à população, deve ser clara nas suas propostas. Um conselho que dou é: sempre que estiver em terapia busque mais informações sobre a forma de trabalhar do seu terapeuta, busque saber que forma de tratamento ele usa e o mais importante, se sua abordagem é reconhecida pelo conselho de psicologia. Fazendo isso certamente você ficará mais seguro que a terapia que está fazendo é de qualidade.